domingo, maio 27, 2007

porque vale a pena...(3)

t
ora nem mais, charlotte! quem não arrisca, não petisca!
t
"... a respeito do casamento tenho uma coisa a dizer: casa quem quer e quem pode. Há pessoas que não têm dinheiro para casar e até gostavam, e há outras ainda que nunca se depararam com essa oportunidade. Sempre que alguém me diz que vai no terceiro ou no quarto casamento e tem filhos de todos, eu acho lindamente. Convém ainda não esquecer que andamos por cá na pior das hipóteses uns cinquenta anos. Na melhor uns noventa e tais! Em ambos os casos é tempo de vida. Dá para uns quantos casamentos e um bando de filhos... Mas fora de brincadeiras, respeito as pessoas que se casam porque acreditam ou porque estão apaixonadas, mas sobretudo porque não têm medo do compromisso. Mas que fobia é essa, senhoras e senhores? O casamento não é nenhum papão! É um compromisso sério, claro, mas não é nenhum bicho de sete cabeças, que coisa! E se não resultar e cada um for para seu lado? Pois é muito triste (sobretudo se houver filhos pequenos), mas pronto, a vida é mesmo assim. A menos que queiram ficar em casa a olhar para a parede. Nesse caso, já se sabe: nada arriscar para nada sofrer mas (julgo eu) muito a perder. Evidentemente, cada um faz o que quer. Há no entanto por vezes uma ideia de que o divórcio resolve tudo ou é uma boa solução ou é a única solução; pois suponho que depende muito das pessoas e que cada caso é um caso. Não sou uma entusiasta do divórcio nem nada que se pareça. Mas admito que talvez perceba melhor quem se casa e se divorcia do que quem nunca arrisca ou nunca acredita. "
t
retirado, e muito bem, da página da bomba.
t

2 comentários:

LB disse...

Não podia estar mais de acordo.

Beijinho

Teresa disse...

eu também, lb.
não há bichos de sete cabeças!