terça-feira, janeiro 30, 2007

breves(6)...

t
t
t
na vida, fecha-se uma porta, abre-se uma janela.
...sim, uma janela, não um postigo.
t
hoje foi um desses dias.
t
t
t

14 comentários:

Capitão-Mor disse...

Antigamente também acreditava nessa máxima. Hoje nem tanto...

LB disse...

Ah, mas é verdade! É, talvez por isso, que sempre achamos que isto vale a pena...
E, às vezes, há janelas... como esta!

Gostei de cá vir. Voltarei.

Beijinho

Teresa disse...

Capitão-mor,
não seremos nós que criamos as "máximas" da nossa vida?
beijinhos.

Teresa disse...

lb,
volte sempre!
será bem vindo.

asdrubal tudo bem disse...

Olha eu nos últimos anos só vejo portas a fechar e as janelas em vez de abrirem também se fecham as filhas da mãe. A vida é fodida.

black cat disse...

O que eu queria era que se abrisse um portão!!!

Teresa disse...

não caberá a cada um de nós abrir as nossas janelas, asdrubal?






depende do tamanho da janela, black cat! :)

marta disse...

Também acredito na máxima, claro que temos que a ajudar um bocadinho.
Só espero que tenha sido uma janela enorme com vista para a serra e para o mar.
Bjinhos.

Teresa disse...

marta,
digamos que é uma janela com várias vistas!
obrigada, minha querida.

flor disse...

Eu partilho,hoje não acredito tanto.
Os ultimos tempos tem sido fechar portas e janelas com paredee de cimento.Que asfixia.Teresinha,está tudo por um fio de cabelo.
Sim essas realidade!

Teresa disse...

flôr,
aguente-se! é tão forte que não acredito nesse "fio de cabelo"! Almoçamos na 4ª com um sorriso?

Flor disse...

minha querida,"o fio de cabelo",entendera:DE tão limpo o espaço de tanta mudança,até um fio de cabelo se vê.
Forte,sim,mas não sei ate quando.Faça exercicios para que dure o mias possvel.
4f,cá estamos

Flor disse...

minha querida,"o fio de cabelo",entendera:DE tão limpo o espaço de tanta mudança,até um fio de cabelo se vê.
Forte,sim,mas não sei ate quando.Faço exercicios para que dure o mias possvel.
4f,cá estamos

Teresa disse...

combinado então, flor.
beijinhos.