domingo, novembro 12, 2006

e quem me conhecer...

fui atrás da xampita e efectuei o teste. aqui está o meu resultado:

"A inclinação de sua letra mostra que você parece ser uma pessoa equilibrada, educada. Mas é um pouco fria” com quem acaba de conhecer.
A ligação de sua letra revela introspecção, apego a detalhes, boa intuição e dificuldade de liderança.
A direção de sua letra indica pessimismo, melancolia e dificuldade de enfrentar os problemas.
A pressão que usa ao escrever sinaliza instabilidade.
Suas ações, às vezes, são imprevisíveis.
Esta instabilidade costuma causar mais problemas no campo afetivo e sexual.
As áreas valorizadas na sua escrita destacam imediatismo, preocupação com questões materiais e pouca motivação de crescimento interior.
A forma de sua letra demonstra amabilidade em seus relacionamentos (amorosos ou não) e cooperação."

já tou com`ó outro "como poderá alguém defender-se convicentemete de um" resultado destes?!?!
quem me conhecer que se pronuncie! SOCORRO!

7 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

Subscrevo a parte da amabilidade, Querida Teresa.
A preocupação com as questões materiais encararia como o cuidado necessário numa pedreira, para evitar que algum bloco desgarrado nos caia em cima, ou que explosivos espontâneos resolvam dar sinal de si.
Para quê motivar-Se para o crescimento interior, se os limites deste já são tão latos? Para pôr o infinito como única fronteira? Seria excesso de vaidade.
Instabilidade é o termo pobre com que se designam as variações naturais de uma sensibilidade apurada.
Sempre desconfiei daqueles para quem a vida não oferece problemas difíceis, em última análise reduzo a mera inconsideração deles. O Pessimismo, já se sabe, é qualidade que prezo sobre muitas, se bem canalizado. Quanto à melancolia, sempre me fascinou na Mulher, para além de, no que a mim respeita, já ter merecido do Jansenista a alcunha de «atrabiliário».
É pelos detalhes que se revelam as Pessoas que valem a pena. E quem quer liderar o quê? A Teresa queria encetar uma carreira política? Deus A guarde e livre De tão mau fado.
Se chegamos ao equilíbrio e à educação, estamos, Neste Caso, a cair na banalidade das evidências.
Frieza suspeito que seja uma escolha paupérrima para significar elegância. Em todo o caso, comigo o único frio que senti foi o dos gelados de um "post" anterior.
Porquê então pedir socorro? Porque quanto mais se tem mais se quer ter?
Em todo o caso, à guisa de todas as bóias de salvamento do Mundo,
um beijinho muito amigo.

mfc disse...

Pois é. A nossa letra é um espelho perfeito de nós...

Teresa disse...

querido paulo,
só você para me salvar! estou salva às custas da sua interpretação! ficar-lhe-ei eternamente agradecida!:)

querida mfba,
concordo consigo, só tenho pena de não saber interpretar...

mfba disse...

Minha Querida Teresa
Deve estar com muito trabalho porque está desconcentradíssima.
Xantipa e não Xampita
E era o MFC porque eu só agora aqui estou. Já desatei às gargalhadas, porque percebo tão bem estas gralhas e também as faço tantas vezes. Desculpe estar a emendar.
Beijinhos.

mfba disse...

Nunca ninguém diz tão bem como o Paulo, portanto e se Ele me deixae, faço minhas as palavras Dele.
Beijinho Teresa já sem gargalhadas.

Ps. Desafiei-te para aquela maluqueira das manias.

Teresa disse...

às gargalhadas estou eu agora!
obrigada pela correcção e as minhas desculpas aos lesados(ou não)!
pois, pois, estava mesmo a ver que me ia tocar alguma coisa! ok, vou tentar cumprir, sem trapalhices!:)
beijinhos

Paulo Cunha Porto disse...

Devo dizer que a «Xampita» é culpa da dislexia residual que a todos toca. Ainda no outro dia estava a caprichar numa resposta e vi que ia sair "MBFA" em vez dessa Identidade Célebre. Quanto ao lapso identitário, estou certo de que é fruto da vontade que a Teresa tinha em responder à Amiga...
Beijinhos às Duas.